TRAUMA FACIAL

Os traumas faciais acontecem todos os dias e têm várias causas, como agressões físicas, quedas, acidentes esportivos, automobilísticos, ciclísticos e motociclísticos. No Brasil cerca de 30 mil pessoas são vítimas de trauma na face todo ano. Para evitar essas situações traumáticas é importante tomar alguns cuidados, como usar o cinto de segurança dentro de automóvel e não exceder o número de ocupantes no carro. Confira outros cuidados nas palavras de uma profissional.

 

Fraturas faciais podem atingir diversas áreas

Essas fraturas faciais causadas por acidentes podem acometer a Mandíbula, Maxilar, Dentes, Arco Zigomático, Órbita, Osso Frontal e Nariz. A cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial é a especialidade que realiza o diagnóstico e o tratamento cirúrgico de traumatismos na face e boca, envolvendo tecidos moles como lábios, pele e músculos até os ossos da face, como nariz, maxila mandíbula e órbita

Diagnóstico e tratamento

O tratamento dessas fraturas é realizado com a utilização de pequenas placas e parafusos de titânio ou absorvíveis no local da fraturas.

Esses tipos de fraturas da face devem ser diagnosticados e tratadas o mais breve possível para evitar sequelas como Diplopia ocular (enxergar duplo), parestesias (dormências na face), má-oclusão dentária (encaixe errado dos dentes), anquilose de ATM (limitação da abertura bucal), mordida aberta, entre outras.

MARQUE UMA CONSULTA